terça-feira, 7 de julho de 2015

A criatividade da adaptação

O título deste post é um pouco confuso, porque fala de uma fase confusa que estou passando. Estou em um momento de pura mudança estrutural em todos os sentidos da minha vida, que sofreu uma mudança drástica desde fevereiro de 2015 por questões de saúde de um irmão meu. Estou me adaptando a uma nova cidade e uma vida em conjunto com minha mãe e irmão e não está fácil. (Mas isto não é um diário) só estou citando o quanto esta fase tem interferido em vários sentidos da minha vida e uma delas é na inspiração para desenhar, pintar etc.

Para pensar em processos criativos eu hoje procuro me concentrar andando na praia ou olhando para o mar e assim ideias fluem e eu as coloco em prática, eu estava acostumado a criar no silêncio da minha casa, sozinho, ouvindo música com som alto etc (e hoje isso não é mais possível),  porém, este novo exercício tem sido muito favorável e a minha mente está se abrindo para várias possibilidades, graças a Deus estou produzindo algumas peças que tem me deixado muito feliz com o resultado.

Ontem 06/07/2015 após uma caminhada eu tive a ideia do processo criativo para uma chamada do #itsnoon clique aqui para conhecer o itsnoon e produzi uma árvore totalmente feita de papel recortado e pintado por mim mesmo e como eu já citei em outros posts eu amo trabalhos de recortar e colar. Espero que gostem.


No aniversário do Raul Seixas criei o cartaz em homenagem ao artista e gostei bastante.


Outras criações realizadas nesta fase de adaptação já foram publicadas aqui nos links a seguir:

Vejam, comentem e compartilhem  se possível. Obrigado.



Postar um comentário