quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Arte de Rua é a voz essencial

Segundo algumas definições o Grafite é o nome dado a inscrições feitas em paredes, desde o Império Romano e é considerado grafite uma inscrição caligrafada ou um desenho pintado ou gravado sobre um suporte que não é normalmente previsto para este fim. Ou seja, paredes, tapumes, portas de vidro, de alumínio, baú de caminhões, vagões de trens, viadutos e etc, como podemos ver, em diversas cidades espalhadas pelo mundo onde o Grafite sendo ou não valorizado, mostra-se resistente indicando que a Arte de Rua é a voz essencial para expressar os pensamentos, os anseios, para gritar um pensamento aos que ali passarem e forem  tocados por esta arte.

Na minha rua aqui em Salvador há uma parede onde o seu proprietário está sempre escrevendo, colando, pintando, alguma expressão, algum pensamento, uma notícia recortada que seja, e sempre fico a refletir sobre o seu processo criativo e o quanto de Artista Urbana, "Grafiteiro" há dentro dele. Por isso que eu insisto em dizer que o grafite é a voz em forma de arte. Ontem me encantou a profundidade desta expressão (foto abaixo) colada na parede dele que mostra o quanto há de reflexão deste senhor diante do tempo, das condições físicas e seus desejos. A forma que ele utilizou para falar isso, nada mais é do que o Grafite puro em sua definição mais clara realizada acima. 


A arte de rua foi, é, e sempre será a voz essencial para as expressões Humanas mais profundas. Aguardem que assim que ele atualizar o seu mural com novas expressões artísticas e reflexivas eu mostrarei aqui. 


Postar um comentário